Como regenerar a sua coluna de HPLC


Uma das questões mais frequentes que nos colocam diz respeito ao melhor processo de lavagem e regeneração de colunas de HPLC. Apesar de muitas vezes ser infrutífera, eis alguns procedimentos gerais a seguir para regenerar as suas colunas:

Colunas de fase reversa:

1. Passe entre 20 a 30 ml de água/acetonitrilo (ou metanol) a 95:5.
2. Seguidamente, faça um gradiente de água/acetonitrilo (ou metanol) de 95:5 a 5:95 em cerca 10

minutos e mantenha esta fase durante cerca de 1 hora.

3. Realize o processo inverso e a coluna já estará em condições de utilização.

Alguns apontamentos:

  • Caso a coluna o permita (como a maior parte das colunas mais modernas), pode realizar o processo acima com a coluna invertida (não esquecer de desconectar o detector!), para remover partículas.

  • Se houver suspeita de contaminantes hidrofóbicos, poderá realizar uma lavagem com gradientes sucessivos de acetonitrilo (ou metanol), isopropanol, tetrahidrofurano, diclorometano e hexano, por esta ordem, realizando seguidamente o processo inverso.




Colunas de fase normal:

1. Passe entre 20 a 30 ml do solvente mais fraco da sua fase móvel, como hexano ou clorofórmio.
2. Seguidamente, faça um gradiente de clorofórmio ou hexano e isopropanol de 100:0 a 0:100 em cerca 10 minutos e mantenha esta fase durante cerca de 1 hora.

3. Realize o processo inverso e a coluna já estará em condições de utilização.

Alguns apontamentos:

  • Caso a coluna o permita (como a maior parte das colunas mais modernas), pode realizar o processo acima com a coluna invertida (não esquecer de desconectar o detector!), para remover partículas.

  • Se houver suspeita de contaminação por água, poderá realizar uma lavagem com hexano:dimetoxipropano:ácido acético glacial a 95:2,5:2,5 durante cerca de 1 hora a 1 ml/min, o que permitirá restaurar a selectividade original.